A especialista Katia Rubio quer reunir as histórias dos 1800 atletas brasileiros que participaram de Olimpíadas ao longo da história
 

No dia 30 de outubro, o Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP) será palco de uma palestra especial sobre a memória do esporte brasileiro. Com o tema “Esporte, Educação e Valores Olímpicos”, Katia Rubio contará detalhes sobre a sua tese de doutorado “O imaginário esportivo: o atleta contemporâneo e o mito do herói”. O evento acontece no Auditório A do COTP, a partir das 13h.

A jornalista, psicóloga e educadora tem 18 livros publicados na área de Psicologia Esportiva e Estudos Olímpicos. Atualmente, Kátia é professora associada da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (USP) e membro da Academia Olímpica Brasileira. Em 2010, a especialista ganhou a medalha de Mérito Desportivo por sua contribuição aos estudos da participação olímpica brasileira ao longo da história. Rubio também é coordenadora do Centro de Estudos Socioculturais do Movimento Humano da USP e editora da Revista Brasileira de Psicologia do Esporte.

Confira abaixo o convite para a palestra:

Pesquisa Memórias Olímpicas por Atletas Olímpicos Brasileiros

Em 2001, Katia Rubio iniciou uma pesquisa que buscava compreender o que era o imaginário do esporte no Brasil e para isso partiu em busca dos atletas medalhistas brasileiros

Essa pesquisa tem como objetivo recuperar a memória dos 1.800 atletas olímpicos que representaram o Brasil em todas as edições dos Jogos Olímpicos da Era Moderna e por meio dessas histórias individuais discutir e analisar a formação da identidade do atleta, evidenciar a importância desse ator social no cenário esportivo brasileiro, bem como as influências que eles exercem sobre a sociedade, tornando-se um dos grandes desafios para o desenvolvimento de novas gerações de atletas.

Essas histórias de vida, relacionadas por vias diretas ou indiretas, permitem compreender o imaginário esportivo do presente dentro de um contexto maior que é o esporte nacional e sua relação com a sociedade e seu movimento.

O Brasil esteve representado em 22 das 27 edições dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, conquistando a primeira medalha olímpica em Antuérpia (1920). Até os Jogos de Londres (2012) o Brasil totalizou 108 medalhas, sendo 20 de ouro, 26 de prata e 46 de bronze, das quais apenas 14 foram ganhas em modalidades coletivas. Há também a Medalha Pierre de Coubertin para Vanderlei Cordeiro de Lima, a mais alta distinção olímpica. Essa é uma indicação do quanto o esporte nacional sobrevive à custa de esforços individuais.

Serviço:

Palestra “Esporte, Educação e Valores Olímpicos”

Data: 30/10/2014
Horário: 13h
Local: Auditório A do Centro Olímpico
Endereço: Avenida Ibirapuera, 1315, Moema

Texto:

Juliana Salles – jsalles@prefeitura.sp.gov.br

Foto: Bruno Veiga/ Acervo COB